Participe
Dicionário de Finanças
Collateralized debt obligations, CDO Voltar para lista C
CDO são títulos de securitização cujo ativo-lastro é uma carteira (i) de títulos de dívida pública ou privada, neste caso também são chamados de CBO; ou (ii) de empréstimos, neste caso também são chamados de CLO. As carteiras de ativos-lastro podem ser estáticas - ou seja, a carteira inicial de títulos é a mesma até o final da operação - ou dinâmicas, quando existe uma gestão ativa desta, feita por um gestor, durante toda a vida da operação. Geralmente, as operações de CDO apresentam vários títulos com diferentes graus de privilégio, com relação à ordem de pagamento, entre eles.

Os CDO também podem apresentar as seguintes denominações:

(a)Arbitragem: Criados por empresas de gestão de ativos. Seu nome deriva do spread positivo esperado entre a rentabilidade da carteira de ativos e o custo de captação.

(b)Balanço: Criados por bancos interessados em remover ativos de seu balanço.

(c)Finanças Estruturadas: Apresentam como lastro títulos de securitização de classes sênior e/ou subordinada.

(d)Sintético – Apresentam como lastro operações de derivativos de crédito, principalmente credit default swaps, ao invés de empréstimos ou títulos de dívida pública ou privada.

(e)Cash – O contrário de um CDO Sintético, ou seja, seu lastro são empréstimos ou títulos de dívida pública ou privada.

(f)Squared (CDO²): Apresentam como lastro títulos provenientes de outros CDO.

(g)Fluxo de Caixa: Quando o pagamento dos seus títulos dependem do fluxo de caixa dos seus ativos.

(h)Valor de Mercado: Quando o pagamento de seus títulos dependem da realização do valor de mercado dos seus ativos.

Termos Relacionados:   Structured investment vehicle   |   Sub-prime   |   Título de securitização
Patrocinado por